Administração

Sobre o Curso

VISÃO GERAL

O Curso de Administração da FACICA tem entre seus objetivos associar teoria à prática de maneira que contribua para a formação acadêmica e profissional dos alunos que aqui estão.
Para o coordenador do Curso de Administração, Ademir José de Abreu, o aluno que escolhe a FACICA toma uma excelente decisão. “Todos os professores têm excelente qualificações profissionais e acadêmicas, oriundos dos mais diversos programas de pós-graduação em vigor no Brasil. […] o acervo bibliográfico de primeira linha, tanto os que foram adquiridos, quanto os que ainda serão tem passado por um rigoroso processo de avaliação conjunta com o corpo acadêmico desta IES. ”

A FACICA, também, atenta ao perfil dos seus alunos sejam eles de qual nível for quando percebe a necessidade de alguns alunos oferece cursos de nivelamento como, por exemplo: informática e matemática e conceitos básicos de contabilidade, isso no curso de Administração.

Outro grande diferencial do Curso de Administração da instituição é possuir um acervo bibliotecário moderno e atualizado com os mais relevantes títulos nas suas respectivas áreas.

A FACICA também investe em Tecnologia à Distância. Pois, já algum tempo vem implementando plataformas que possibilitem ao discente ir além mera fotocópia das matérias disponibilizadas pelos seus professores, mas também interagirem entre si e com o professor; além é, claro, de poderem imprimir o material em sua casa sem nenhum outro ônus com reprodução de material. Naturalmente esse material na forma digital poderá servir ao aluno nos mais variados meios de comunicação móveis disponíveis no mercado, tais como: celular, tablete, entre outros.
BREVE HISTÓRICO DA ADMINISTRAÇÃO NO BRASIL

A profissão de administrador no Brasil é considerada recente e teve a sua regulamentação a partir da Lei 4.769 em 9 de setembro de 1965, o que resultou na comemoração do dia do Administrador na mesma data.

Infelizmente, durante os últimos anos, a profissão de administrador ainda fora vista como uma formação de uma importância menor levando em consideração o seu curto tempo de vida e comparando-a com outras áreas mais tradicionais e históricas do conhecimento como a engenharia, a medicina e o direito. Durante um longo período no tempo, era usual o fato de profissionais de outras áreas adentrarem pelos caminhos da administração, abrindo suas empresas ou assumindo o seu controle de forma AVENTUREIRA em empreendimentos, muitas das vezes de grande porte e com grande importância, do ponto de vista de investimento financeiro. Em outros casos presenciou-se a ocupação de cargos administrativos na prestação de serviços à população em geral, como é o caso dos serviços públicos em prefeituras e demais esferas administrativas onde, a GRANDE MAIORIA dos políticos e detentores dos cargos executivos, não tem FORMAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO.

 

PERFIL DO EGRESSO

Conforme orientação contida nas Diretrizes Curriculares para os Cursos de Administração, aprovadas pelo Conselho Nacional de Educação (Parecer CES/CNE n.º 0137/2005). Resolução nº 04 de 13 de Julho de 2005. Art. 3º:

O curso de Administração deve ensejar, como perfil desejado do formando, captação e aptidão para compreender as questões científicas, técnicas, sócias e econômicas da produção e seu gerenciamento, observados níveis graduais do processo de tomada de decisão bem como para desenvolver gerenciamento qualitativo e adequado, revelando a assimilação de novas informações e apresentando flexibilidade intelectual a adaptabilidade contextualizada no trato de situações diversas, presentes ou emergentes nos vários segmentos do campo de atuação do administrador.

Seguindo as referidas Diretrizes, o processo de ensino-aprendizagem do Curso de Administração o perfil de Egresso da FACICA foi articulado a partir de seu objetivo geral, contemplando-se as aspirações de formação humanísticas com o desenvolvimento das suas competências e habilidades. Assim pode-se expressar o perfil desejado na FACICA da seguinte maneira:

O egresso do curso de Bacharelado em Administração da FACICA deve apresentar requisitos mínimos, como: raciocínio lógico, capacidade de abstração, objetividade na solução de problemas, aptidão para as Ciências Exatas e Ciências Humanas. Deve ainda, ser um profissional capaz de:

1. Compreender as questões científicas, técnicas, sociais da produção e seu gerenciamento, observados os níveis graduais do processo de tomada de decisão, bem como desenvolver o alto gerenciamento e a assimilação de novas informações, habilidades e competências, apresentando autoconfiança, estratégia, flexibilidade intelectual, criatividade e adaptabilidade contextualizada no trato de situações diversas presentes ou emergentes nos vários segmentos dos campos de atuação do administrador;

2. Estar atento às novas manifestações dos setores financeiros, recursos humanos e planejamento estratégico, tático e operacional e de responsabilidade social;

3. Compreender as organizações e agir dentro de princípios éticos e morais com a classe dos órgãos diretivos e fiscalizadores saber da profissão e, principalmente, da sociedade;

4. Compreender a necessidade do aperfeiçoamento contínuo;

5. Empreender ações, analisando criticamente as organizações, antecipando e promovendo sua transformação;

6. Compreender o contexto social, político, econômico e cultural ao seu redor e manifestar juízo de valor;

7. Compreender a abordagem sistêmica no trato dos problemas nas organizações;

8. Manter um relacionamento social em moldes cooperativos, baseado no respeito mútuo e na participação criadora;

9. Desempenhar suas atividades como profissional no exercício de funções gerenciais e diretivas, ou em assessoramento e consultoria, em qualquer instituição.

Disciplinas

1º Período

Contabilidade – I 40h
Filosofia 40h
Informática 80h
Português instrumental 40h
Noções de Cálculo I 80h
Teoria Geral Adm – I 80h
Metodologia Científica 40h

2º Período

Contabilidade - II 80h
Direito Empresarial 80h
Ética profissional 40h
Noções de Cálculo II 80h
Teoria Geral Adm - II 80h
Economia Brasileira 40h

3º Período

Direito Trabalhista e Tributário 80h
Microeconomia 40h
Engenharia Econômica 80h
LIBRAS 40h
Estatística aplicada a Adm 80h
Sociologia Organizacional 80h

4º Período

Adm Financeira - I 80h
Gestão em Agronegócios 80h
Adm Produção 80h
Mercados Futuros e de Opções 40h
Métodos Quantitativos 80h
Psicologia Organizacional 40h

5º Período

Adm Marketing - I 40h
Gestão de Projetos 80h
Consultoria Empresarial 40h
Empreendedorismo - I 80h
Adm Financeira – II 80h
Gestão de Pessoas - I 40h
Comércio Exterior 40h

6º Período

Adm Marketing – II 80h
Empreendedorismo - II 80h
Sist. Informações Gerenciais 40h
Gestão da Qualidade 40h
Gestão de Custos 80h
Gestão de pessoas - II 40h
Gestão Estratégica 40h

7º Período

Adm Logística 80h
Gestão Pública 40h
Macro Economia 80h
Pesquisa Operacional 40h
Mercado de Capitais 80h
Relações Étnico-Raciais e Cultura Afro-Brasileira e Indígena 40h
Educação Ambiental 40h

8º Período

Atividades Acadêmica Científicas Curriculares220h
Estágio Curricular 350h
TCC - Apresentação 100h

Corpo Docente

Foto Discente Lates
Ademir José de Abreu

Lates
Alyson da Silva Leal

Lates
Anderson Ferreira da Silva

Lates
Delson Luís Ribeiro

Lates
Éder José de Oliveira

Lates
Vaneide Damasceno Cunha Arantes

Lates
Gabriel Silva Pinto

Lates
Cledison Carlos de Oliveira

Lates
Leandro Carvalho Bassotto

Lates

Coordenação

Foto Discente Lates
Ademir José de Abreu Lates
Possui graduação em Administração de Empresas, Licenciatura Plena em Matemática, Especialização em Administração de Sistemas de Informação e Mestrado em Matemática e Estatística Aplicada. Fui professor titular do Instituto de Ensino Superior nas disciplinas de Pesquisa Operacional, Estatística Aplicada à Administração, Métodos Quantitativos, Gerência de Projetos em TI, Negócio e Comércio Eletrônico. Atuo como professor convidado de pós-graduação do Centro Sul-Brasileiro de Pesquisa, Extensão e Pós-Graduação. Sou professor convidado para orientações em TCC no programa de Administração Pública (NEAD/UAB) da Universidade Federal de São João del Rei. Tenho experiência na área de Matemática e Estatística, com ênfase em Melhoria Contínua, Marketing, Teoria dos Jogos, Inovação e Gestão Tecnológica, atuando, principalmente nos seguintes temas: liderança, qualidade, gestão, gestão estratégica e redução de custos. Como Consultor de empresas atuou e gerenciou projetos de melhoria contínua em empresas prestadoras de serviços no comércio, indústria metal mecânica, consultor educacional para IES, Hospitais clínicos e nosocomiais. Atualmente, coordenador do curso de Administração FACICA e professor das disciplinas de Exatas, TGA, Estatística, Ciências Econômicas. E, apresentador do programa semanal de rádio Minuto da Administração na rádio Cidade FM 87,9 de Campos Gerais.

Mercado de Trabalho

O ENTRETENIMENTO COMO OPORTUNIDADE DE MERCADO PARA OS ADMINISTRADORES

Nos últimos anos houve um aumento na busca pelo entretenimento, e a diversão passou a ser considerada sinônimo de negócio. O mercado vem se profissionalizando e os consumidores buscam produtos de qualidade. Entretanto, o Ministério do Turismo, criado no governo Lula, tem como meta até o ano de 2010:

a) Gerar 1,7 milhão de empregos a serem criados por empresas com fomento do governo no setor;

b) US$ 7,7 bilhões em divisas. Apesar dos últimos problemas com a infraestrutura aeroportuária brasileira, segundo dados publicados na ISTOÉ (2007),

c) o governo pretende promover 217 milhões de viagens domésticas e estruturar 65 destinos com padrão internacional.

d) Em 2006, este setor gerou 6.04 milhões de empregos formais e informais.

e) Ainda há espaço para negócios que explorem oportunidades voltadas para a terceira idade conhecida como MELHORIDADE

f) Ainda na linha do entretenimento, como oportunidades de atuação para os administradores com perfil empreendedor, cresce a área de design de games e animação.

g) Somente 35 empresas atuam no setor e há espaço para investidores na área de jogos para celular. A área de eventos também representa oportunidades para administradores.

h) O Brasil teve um reposicionamento no Ranking de países sede de eventos e congressos. Segundo a International Congress & Convention Association (ICCA), o país subiu do 11º para 7º colocado, competindo com países como EUA, Alemanha, Reino Unido, França, Espanha e Itália

Objetivo

O curso superior de Administração da FACICA, tem por objetivo “[…] formar profissionais ALTAMENTE PREPARADOS para OCUPAREM os espaços não só na região de Campos Gerais, como em todos os lugares que sejam demandados, alavancados pelos resultados da atuação profissional dos egressos do curso em tela, significando PROGRESSO, maiores condições de DESENVOLVIMENTO social e econômico e MELHORIA na QUALIDADE de vida da região e/ou sociedade a qual estejam inseridos. ” Assim, o curso objetiva formar um profissional que, a partir das POTENCIALIDADES existentes, represente, de fato, um fator de TRANSFORMAÇÃO. […]. Para tanto, estes profissionais precisam estar CONECTADOS com o MUNDO e as necessidades LOCAIS.

DIAGNÓSTICO REGIONAL DE CAMPOS E JUSTIFICATIVA DO CURSO

Das 4.982 empresas existentes na microrregião, 454 são indústrias (extrativas e de transformação), o que equivalem a 9%. 630 são empresas de hotelaria, alimentação e logística que representam 13%. 3.837 empresas são de Comércio e Serviços que representam 77%. Na Microrregião de Varginha, composta por 16 cidades, dentre elas; Boa Esperança, Campanha, Campo do Meio, CAMPOS GERAIS, Carmo da Cachoeira, Coqueiral, Elói Mendes, Guapé, Ilicínea, Monsenhor Paulo, Santana da Vargem, São Bento Abade, São Tomé das Letras, Três Corações, Três Pontas e Varginha sendo a relação candidato x vaga é de 1,34. Em termos de empregabilidade e sucesso na vida profissional o que podemos afirmar é “(…) Do ponto de vista da EMPREGABILIDADE, mesmo em outras áreas do conhecimento, o diploma de curso superior deixou de ser garantia para uma colocação no mercado de trabalho. Fruto da expressiva oferta de vagas nas instituições privadas de ensino, a entrada de um grande número de novos bacharéis em administração no mundo empresarial foi inevitável e a CONCORRÊNCIA por uma colocação passou a ser vista como uma batalha entre profissionais.

Inscreva-se para o Vestibular - Clique Aqui

Conceito do MEC

Tipo Ano Nota
Autorização de Curso20133

Detalhes

Investimento R$ 800,00
Com desconto R$ 650,00
Modalidade Bacharelado - Presencial
Duração 4 Anos
Período 8 Períodos
Carga Horária 3470 horas Horas
Turno Noturno

LOCAL

Campos Gerais/MG
Rua Santa Terezinha - 389 - Centro

REDES SOCIAIS

ENTRE EM CONTATO AGORA MESMO

Tesouraria: +55 (35) 3853-1679

Colégio Santa Luzia: +55 (35) 3853-1914

Secretaria: +55 (35) 3853-1169